É tempo de lutarmos pela nossa família

artigos

Conteúdo enviado pelo internauta Vagne Bittencourt

Tudo tem um começo na vida, não é mesmo? Nós também fazemos parte desta regra. Um dia eu e você fomos sonhados e, num ato de amor e carinho, fomos concretizados. Que benção! Eu estou falando do amor que flui quando Deus permite a união de um homem e uma mulher, a fim de que não sejam senão uma só carne.

É deste gesto de amor e deste constante movimento de ir e vir em direção ao outro que nasce a família,  lugar sagrado, alicerce essencial para que homens e mulheres sejam formados e lapidados à imagem e semelhança de Deus.

Jesus poderia ter vindo, neste mundo, de tantas maneiras, mas escolheu vir no seio da família. Experimentou todas as etapas e as viveu com profundidade, aproveitando cada simples gestos de seus pais que, aos poucos, iam formando-O e preparando-O para a missão que recebeu do Pai.

Assim é a missão da família: preparar uns aos outros para o céu.

Na família é gerado o combatente dos dias atuais para lutar pela vida, pelo amor e pela santidade!

Família é rocha firme que nos abriga em meio às tempestades da vida e nos encoraja diante dos mais terríveis obstáculos aos quais precisamos ultrapassar. Se não vivermos a experiência de ser família, estaremos como que alicerçados sobre a areia.

Pare agora e reflita por um instante. Como anda o relacionamento, hoje, em sua casa, com o seu marido, com a sua esposa, com os seus filhos, com os seus pais? Há amor? Há carinho? Há perdão? Ou só está havendo desentendimento e desunião?

É tempo de nos levantarmos e lutarmos pelo tesouro que Deus nos confiou: a nossa família!

Não perca tempo remoendo o passado nem tenha medo do que acontecerá no futuro. Deus está se predispondo a ir contigo, a ganhar território e fincar a bandeira do amor, da paz e da alegria em ser família! Aleluia!

Deus os abençoe!

Vagne Bittencourt

 

.

deixar uma resposta para geralda

9 Comments to É tempo de lutarmos pela nossa família

  1. geralda's Gravatar geralda
    21 de fevereiro de 2013 15:10 Permalink

    Sim boa tarde. eu estava precisando deste empurrão pois estou passando momentos de conflito com meu marido meu Deus meu relacionamento não vai nada bem preciso refletir sobre isto..

  2. Percilene's Gravatar Percilene
    22 de fevereiro de 2013 15:52 Permalink

    Tenho vivenciado muitos desafios na minha família de origem/natural os quais têm afetado, infelizmente, a família que construí há cerca de três meses. Preciso lutar mais!!!

  3. Karla's Gravatar Karla
    22 de fevereiro de 2013 16:40 Permalink

    Esse texto veio na hora exata, o quanto minha família precisa de mim. O quanto preciso perdoar… O quanto Deus precisa agir… rnO quanto é preciso amar. O clima estar pesado mas Deus estar a frente, tenho certeza! Renovo minha esperança no casamento do meu pai e da minha mãe, onde ultimamente só encontro dor, rancor e lágrimas entre eles. Deus nos abençõe!

  4. Mauro's Gravatar Mauro
    22 de fevereiro de 2013 17:00 Permalink

    Nao fui feliz na luta pelo meu matrimonio, nao estou ainda divorciado mas ja esta chegando a hora depois de um ano de separacao. Minha esposa decidiu que nao me queria mais e tudo acabou. Com todo meu sofrimento tive que sair de casa e deixa-la com 3 filhos e ela se julga capaz e com muito orgulho diz que nao sente mais minha falta. Fiquei desesperado e nao consegui manter a distancia com calma e pasciencia ficando voltando vez em quando para tentar a volta. Isto so piorou as coisas. E que eu nao estava conseguindo engolir a separacao. Agora vejo que nao tem mais jeito, tudo acabou. Estou esperando ela decidir e ela nao entra com o divorcio, pensava que ela ainda tava com duvida mas depois da ultima visita la na casa dela, ela me maltratou muito e ai tive que continuar o processo de aceitar a separacao. Ta doendo muito porque a minha familia e tudo para mim, meus filhos andam muito tristes e isto me entristece tambem. Sei que eles amam os pais por igual, mas quem somos nos para obrigar uma pessoa a viver com a gente sem que queira.rnAbracos.

    • VANIA's Gravatar VANIA
      22 de fevereiro de 2013 20:55 Permalink

      OI MAURO , E MUITO DIFICIL A SEPARACAO AINDA MAIS QUANDO TEMOS FILHOS, O MESMO ACONTECEU COMIGO, MEU MARIDO SAIU DE CASA E ME DEIXOU COM UM FILHO MAS DEUS NOS DA FORCA PRA VENCER SEJA FORTE E PACIENTE QUE TUDO SE RESOLVE COM O TEMPO!!!

    • Graziela's Gravatar Graziela
      10 de abril de 2013 16:58 Permalink

      Ola MaurornrnEstou passando pelo mesma situação, porem meu marido não saiu de casa, mas disse que deseja se separar que o amor dele por mim acabou, mas eu vou lutar pelo meu casamento , não perca a coragem continue lutando DEUS não quer seu casamento destruído, ore coloque seu joelho no chão, peça para restaurar sua família acredite nele, tenho me mantido firma pela fé ainda que seja pouco comparado ao que eu possa oferecer. Mas a nossa família é promessa de Deus e somente através de eu enxergar assim que vi o quanto ELE precisa e sempre precisará estar em minha vida. Confie Deus é contigo

  5. Karem's Gravatar Karem
    22 de fevereiro de 2013 20:07 Permalink

    Nossa, parece que foi Deus quem veio a falar para mim através deste texto, vivo atualmente dias de conflito em minha casa, e estar muito difícil continuar estou com quase sem esperança, mas sei que Deus é capaz de transformar minha vida. E aqui ele já me fala a não desistir desta benção!

  6. Alais's Gravatar Alais
    22 de março de 2013 15:12 Permalink

    Oi.. realmente o que eu precisa ler.. estou grávida de 18 semanas, não sou casada e estou lutando para que meu filho venha a nascer em um ambiente familiar, cercado de amor, carinho e saúde. Estou aguardando o agir de Deus para que minha família seja abençoada por ele.. Por diversas vezes em que eu perco a força e pensou que não vou conseguir.. Deus vem e me surpreende com suas palavras de amor… é desta forma que me senti ao acabar de ler o texto.. por mais que pareça difícil… Deus jamais abandona um filho seu.. Deus é a favor da família..

  7. Lenise's Gravatar Lenise
    9 de dezembro de 2013 17:47 Permalink

    O mundo está difícil em muitos aspectos e quem tem filhos nos dias de hoje enfrenta um grande desafio: educá-los e fazer com que eles trilhem um caminho correto, sobretudo longe das drogas e da marginalidade. As famílias não são mais como antigamente (casamento constituído, sólido, e filhos). Sempre existiram famílias de todos os tipos, mas hoje a diversidade se proliferou e temos que conviver, respeitar e aceitar (mesmo que nem sempre concordemos com certos comportamentos) todos os tipos de pessoas e situações. Conheço muitas pessoas que seriam ótimos pais e mães, que poderiam constituir famílias, mas não o fizeram por diversos fatores. Alguns optaram por não procriar (até se casaram, mas abriram mão disso) e outros não possuem companheiro ou companheira (também por diversos fatores e situações). Sinceramente, acho mais correto aqueles que assumiram que não querem, do que aqueles que tem filhos e depois os abandonam. Ainda alguns tomam essa atitude, depois refazem a vida e reconquistam os filhos, mas outros são irresponsáveis e as crianças vão para as mãos de familiares, famílias adotivas ou passam muitos anos em abrigos (ainda estão melhores do que muitos que ganham destinos piores). Sei que não sou ninguém e para alguns poderá soar como um absurdo ou bobagem, mas acho que Deus deveria permitir que somente as mulheres conscientes e que tem o dom da maternidade pudessem engravidar. Conheço muitas que travam uma luta enorme e não conseguem, enquanto que as outras que exemplifiquei acima, que não tem o mínimo de responsabilidade e muitas vezes nem amor, engravidam sequencialmente, por inúmeras vezes…Conheci uma Psicóloga que disse o seguinte: muitas mulheres (e homens também) não ficam sem um relacionamento, então quando terminam um, logo emendam outro. E não levam em conta se o parceiro ou parceira é uma pessoa honesta, responsável, amorosa ou se tem o dom da maternidade ou paternidade. E não evitam filhos, vão tendo um atrás do outro. Segundo essa profissional, para as mulheres, engravidar do companheiro (mesmo que seja um relacionamento recente), é uma “prova de amor”. E quando esse relacionamento não dá certo, muitos homens e mulheres abandonam as crianças, pois grande parte destes não possuem uma profissão, uma fonte de renda…Para mim a maior injustiça que pode haver nesse mundo é uma criança, que não pediu para nascer, vir a essa Terra para sofrer, seja violência física, psicológica e muitas vezes carregar traumas diversos para toda a sua existência..Enfim, como eu já citei acima: não vamos consertar esse mundo e o que nos resta é procurar agir corretamente conosco e com aqueles que nos cercam…Para mim, diante de tudo o que está acontecendo, creio que o purgatório é aqui mesmo, pois certos indivíduos (sobretudo as crianças que citei acima) passam por certas coisas sem merecer…Beijos a todos!