Profissionais de saúde alertam sobre os efeitos do álcool

Álcool / reportagens

O objetivo do Destrave deste mês é mostrar à juventude que, por trás do prazer proporcionado pela ingestão de qualquer tipo de bebida alcoólica, há sérios efeitos colaterais à saúde.

A nossa equipe preparou algumas reportagens com os detalhes dos riscos do álcool no organismo.

Nesta reportagem o psiquiatra Dr. Nilton Lyrio e a psicóloga Elaine Ribeiro explicam como organismo reage à presença do álcool.

“O aldeído acético é um veneno, pois mata as células do fígado e neurônios”, enfatiza o psiquiatra.

Segundo Dr. Nilton, qualquer pessoa que consome bebidas alcoólicas pode desenvolver algum tipo de doença, razão pela qual o ideal é que o indivíduo não ultrapasse os níveis máximos de intoxicação.

“Se ultrapassar o que chamamos de duas doses, que é o ideal para o indivíduo não prejudicar o organismo, a pessoa já pode desenvolver algum tipo de problema e, dependendo da sensibilidade do organismo, pode levar a uma gastrite e uma esofagite”, alerta Dr. Nilton.

Infográfico: veja a ação do álcool no organismo

A psicóloga Elaine Ribeiro destaca que o álcool tem um efeito acumulativo no organismo e quanto maior for a quantidade desses resíduos, tanto maiores serão os problemas físicos e psicológicos.

“O acúmulo do álcool no sangue traz todo este prejuízo. A ilusão que muitos têm é que o álcool desinibe a pessoa, mas aquela euforia inicial, que o álcool traz, posteriormente se encaminha para uma depressão”, denuncia a psicóloga.

Veja, na íntegra, o que os especialistas da área de saúde têm a dizer sobre os efeitos das bebidas alcoólicas no organismo.

Veja mais

Como o álcool afeta o seu organismo

Bebida e direção: uma combinação fatal

O que o uso do álcool pode estar escondendo?

.

Tem algo a dizer sobre o tema? Participe!