Prisioneiros de nós mesmos

artigos

Conteúdo enviado pelo internauta Erick Meneses RGT

Como seres humanos temos vidas repletas de altos e baixos, e isso é absolutamente normal; no entanto, há pessoas com uma concepção diferenciada desse ponto de vista, pois têm uma “visão curta”, ou seja, somente enxergam os próprios problemas como se estes só ocorressem com elas, ficam tão obcecadas que acabam transformando sua vida em algo sem prazer. E quando uso a palavra “prazer”, refiro-me principalmente a tudo aquilo que nos acontece de bom, de alegre e que proporciona momentos únicos em nossas vidas.

É o próprio Deus que vem nos dizer em Eclo 30: 21 “não se deixe dominar pela tristeza nem se aflija com preocupações; alegria do coração é vida para o homem’’.

O Senhor nos criou à Sua imagem e semelhança para desfrutarmos do Seu amor infinito. No ato do nascimento, ele nos presenteou com o livre-arbítrio, que significa liberdade de fazer nossas próprias escolhas, tirar conclusões e agir como bem entendermos. É fato que a obra realizada por Deus em nós é perfeita, porque fomos criados à imagem e semelhança do Rei dos reis, mas, infelizmente, o mundo foi contaminado com o pecado, e este faz com que os homens tapem os olhos para as coisas do Pai e, automaticamente, deixem de cumprir Seus ensinamentos.

Quando voltamos nossas atenções somente para as coisas negativas, obviamente as coisas boas ficam em segundo plano em nossas vidas; é justamente isso que o “coisinha lá de baixo” deseja, ele quer que nossos dias fiquem tomados pelo ódio, rancor, pela inveja e que, aos poucos, nos esqueçamos do amor de Deus que carregamos em nosso coração.

Quando estamos mergulhados em melancolia, o pecado nos torna escravos dos nossos sentimentos e desejos, desejo pela carne, dinheiro, drogas, fofoca ou até mesmo desejo do que é mal aos outros, ficamos acorrentados a um círculo vicioso que nos faz nunca estar satisfeitos com o que temos, quando nos entregamos ao pecado ficamos a mercê dos problemas. Como estamos com os olhos tapados para as coisas do alto, não conseguimos enxergar as soluções que, por muitas vezes, vem do Pai.

“Digo com toda convicção: Deus jamais nos dará um fardo que não sejamos capazes de carregar”

Como padre Léo cita no seu livro ‘Jovens Sarados’, “ele (demônio) não nos enfrenta, mas fica nos rondando e vamos nos acostumando com o pecado. O encardido tem muita paciência, ele sempre está disposto a realizar nossos desejos mais profundos com uma agilidade inacreditável, porque, quando não mantemos a nossa mente no Pai, acabamos caindo em tentação”.

Digo com toda convicção: Deus jamais nos dará um fardo que não sejamos capazes de carregar. Se hoje parece que seu mundo está desabando, se você acha que Deus o esqueceu e você está perdendo a vontade de viver, eu lhe digo, amigo, é justamente esse o desejo do encardido. Ele quer você no chão, quer pisar em você e rir das suas fraquezas; ele se utiliza de seus desejos e pecados para enfraquecê-lo. Mas acredite, não é essa a vontade de Deus, porque Ele nos ama e quer que sejamos cada vez mais completos pelo Espírito Santo. Ele é a solução de todos os problemas. Não há realidade que Ele não possa mudar, não a dor que Ele não possa curar e não há amor maior que o dEle.

O Senhor sofre a cada vez que nos estende a mão e nós simplesmente lhe viramos as costas. No entanto, Ele estará sempre ao nosso lado, olhando por nós, nos dando, todos os dias, a oportunidade da libertação e nos mostrando o caminho da santidade, mas cabe a cada um de nós abrir o coração para o Espírito Santo a fim de que Ele possa nos usar e, assim, possamos sentir a presença deste Deus vivo em todos os nossos gestos. Ele está a bater à porta do nosso coração e só nós podemos abri-la para que Ele possa entrar e realizar prodígios em nossas vidas. Basta dizer ‘sim’, acreditar que Ele pode mudar a nossa vida e dar mais um passo na fé a cada dia, porque, acredite, Deus tudo fará em nossas vidas e quando nos dermos conta, não seremos mais prisioneiros de nós mesmos e sim servos desse amor incontestável, inabalável, indestrutível, insuperável e inesgotável do Pai.

Veja mais

Enfrentando a escuridão da alma

Permanecer ou desaparecer?

.

Tem algo a dizer sobre o tema? Participe!

11 Comments to Prisioneiros de nós mesmos

  1. sara gomes Raposo's Gravatar sara gomes Raposo
    31 de outubro de 2011 16:43 Permalink

    nossa Deus essas palavras que acabo de ler,é como eu estava me sentindo por esses dias.ELA parece que foi enviada para mim mesmo,para que eu me liberte dessa prisão….Obrigado meu Deus e a todos da canção nova,essas palavras entraram no fundo do meu coração.

  2. Patrick's Gravatar Patrick
    3 de novembro de 2011 01:49 Permalink

    Há algum tempo vinha me sentindo prisioneiro de mim mesmo , principalmente por causa de meus pensamentos , vivia triste e desanimado . Sempre clamava à Deus pela a libertação , porém muitas vezes pensava que Ele não atendia as minhas orações , mas agora , juntamente com a ajuda desse artigo , pude perceber que Deus tem poder e desejo de nos libertar , porém só depende de nós mesmos aceitarmos essa liberdade , pois em Cristo somos verdadeiramente livres !!! Obrigado Jesus por nunca desistir de nenhum de nós , e por sempre estar ao nosso lado em todos os momentos !!!

  3. Kaionara Lima's Gravatar Kaionara Lima
    7 de novembro de 2011 03:29 Permalink

    Me emocionei com esse tema, são os conselhos que precisava ouvir para não cair… Por um momento achei que a minha cruz estava pesada demais para mim. Deus não quer isso de nós, Ele quer que nós sigamos o caminho da santidade e não deixemos nosso coração fechado. Agradeço imensamente pela ajuda. Com orações.

  4. Aline Brito's Gravatar Aline Brito
    8 de novembro de 2011 13:46 Permalink

    Erick, que palavras de bençãos estas que diz neste artigo. Que Deus te oriente para que continue a escrever palavras de libertação para os demais irmãos. Obrigado senhor!! Fica com Deus!!

  5. EDMILSON LOPES DE MORAIS's Gravatar EDMILSON LOPES DE MORAIS
    26 de novembro de 2011 21:56 Permalink

    SO POSSO DIZER OBRIGADO

  6. Cristina's Gravatar Cristina
    15 de janeiro de 2012 11:37 Permalink

    Gostei muito destas palavras. Realmente elas me fazem ver os meus problemas e minha vida de forma diferente. É como uma pregação inspirada por Deus. Quero fazer real tudo isso em minha vida, pois realmente precisava enxergar melhor a minha própria vida.
    Obrigado irmão! Que Deus nos abençoe e você continue a ser esta pessoa que se doa aos outros no amor ensinado por Cristo.

  7. celia's Gravatar celia
    3 de março de 2012 12:45 Permalink

    MUITO BOM É AS VEZES POR MEDO NOS PRESIONAMOS ,MUITO TEMPO ME SENTI PRESA ,MAS JA HA 2 ANOS SINTO ESTA LIBERDADE ATRAVES DE UM SONHO EU ESTAVA COM DEPRESSAO ME SENTINDO NO FUNDO DO POÇO QUANDO SONHEI QUE ESTAVA ASSISTINDO UMA PALESTRA ONDE MEUS DOIS IRMAOS GEMEOS PARTICIPAVA ,QUANDO NUM MOMENTO BATERAM NO MEU IRMAO E COLOCARAM A CABEÇA DELE DENTRO DA AGUA E QUANDO TIRA VI O ROSTO DE JESUS E VEIO NO MEU ENCONTRO E ME DEU UM ABRAÇO E NESTA HORA ACORDEI E COMECEI A REZAR O TERÇO NUM OUTRO BAIRRO APRENDI E COMECEI A REZAR NA MINHA CASA E COM MEUS VIZINHOS ME SINTO UMA PAZ E SOU FELIZ E LEVO A MENSAGEM DE DEUS ONDE VOU COM QUEM FALO AGRADEÇO A DEUS A VIDA A CADA DIA

  8. Rosimar's Gravatar Rosimar
    13 de outubro de 2012 13:36 Permalink

    Esse artigo trouxe esperança para minha vida. Hoje estou num daqueles dias que dá vontade de jogar tudo pro alto e quando li isso: “Deus jamais nos dará um fardo que não sejamos capazes de carregar” senti a força do espírito Santo sobre mim. Muito obrigada!

  9. Etiene's Gravatar Etiene
    25 de outubro de 2012 13:16 Permalink

    Com certeza as mentiras lançadas sobre nosso caminho, pelo inimigo são muitas, e nos acomodamos a aceita-las. Por muito tempo me senti triste, esse artigo me ajudou a ver as coisas de outro angulo, por muito tempo sei que fiquei presa em meus próprios conceitos, mas sei que Deus tem sempre algo melhor para nos ele sempre vem no momento certo de nossas vidas como balsamo para nossas feridas e nos abre os olhos. Obrigada!!!

  10. sallis's Gravatar sallis
    30 de julho de 2013 13:16 Permalink

    gostaria de saber qual a idade limite para participar de um grupo de jovens sarados, pois tenho 35 anos e gostaria muito de participar e se esta idade varia de diocese para diocese

  11. MARIA DOS ANJOS DE OLIVEIRA's Gravatar MARIA DOS ANJOS DE OLIVEIRA
    28 de setembro de 2014 02:35 Permalink

    QUE estas maos sepre seja usada e ungida por JESUS.AMEM