Atalho, caminho do inimigo

artigos

Conteúdo enviado pelo internauta Rodrigo Stankevicz

Jesus, sempre quando nos convida a caminhar em Sua intimidade de Amigo, nos oferece o caminho longo, integral, porém, cheio de alegria plena e convicção da meta a ser alcançada. Observemos o que Ele disse a Seus discípulos: “Quem quiser vir comigo, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” (Mateus 16,24). Percebemos que o Senhor nunca nos ilude com uma vida fácil, mas, como um bom Amigo, nos apresenta a verdade da vida verdadeira.

Neste santo itinerário, devemos nos despojar de nossas seguranças, pois temos Deus como penhor da esperança para ser colocado, em primeiro lugar, em todos nossos empreendimentos.

A poetisa goiana Cora Carolina nos ajuda a compreender este sentido da caminhada: “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” Embora seja desafiante a proposta do Filho de Deus, difícil não é iniciar a caminhada junto d’Ele, mas está, justamente, na perseverança, pois, a cada passo dado, o peso da cruz se faz sentir, os desejos descabidos incitam a concupiscência. Então, é hora de olhar fixo para o Senhor e seguir adiante, sem receios da escuridão, pois quanto mais avança a noite, mais próximos estamos da aurora.

A busca pela humildade

Assim, deste o momento da escuta, até a perseverança na caminhada, precisamos pautar nossos corações nesta convicta decisão, pois tudo é uma grande adesão Àquele que cumpriu perfeitamente o que lhe foi proposto pelo Pai. Desta maneira, servir não é mais um peso, mas se torna um privilégio diante da grandiosidade do Senhor que convoca. A decisão de prosseguir, na longa estrada da vida, faz-nos deixar os atalhos da facilidade e abraçar o caminho integral, ornado de altos ideais. Estes atalhos foram criados pelo inimigo da cruz de Cristo, pois neles encontramos um caminho suave, sem muitas dificuldades, repletos de prazeres, desordem e rebelião.

“A decisão de prosseguir, na longa estrada da vida, faz-nos deixar os atalhos da facilidade e abraçar o caminho integral”

Os atalhos conduzem à superficialidade; quem aderiu a eles, optou por não se aventurar nem adquirir a sapiência vinda da experiência de vida; preferiu queimar etapas importantes para ficar estagnado na comodidade. Neste caminho de atalhos, não há lugar para correções, obediência, prudência, castidade, etc. Estas qualidades são próprias daqueles que aceitam peregrinar na companhia de Jesus. Caíram muito, contudo levantaram imediatamente, não se deixaram enganar pela semente daninha semeada pelo inimigo na estrada do bom samaritano.

Interessante que os atalhos criam uma falsa ilusão de caminho percorrido, de vitória e conquista. Ao contrário do caminho árduo, eles estão cheios de emboscadas do inimigo. Um detalhe importante é que, nas trevas gerada pelo atalho, nada se enxerga. Um feixe de luz é o suficiente para causar espanto e medo, pois o oculto pode se revelar; a mentira, de uma vida de aparências, pode eclodir; a trapaça oculta pode ser revelada; a corrupção, o furto, a vida fácil podem desmoronar, o suborno pode vir à tona, etc. Suas consequências são surpresas más. Quem trilha este caminho acaba se frustrando facilmente e levando uma vida sem rumo e sem sentido.

Se você se decidiu pelo atalho, ainda há tempo de voltar e percorrer a via amorosa de Cristo, pois com o Senhor sempre há chance e novas possibilidades, sempre há um novo caminho em Seu amor. Se você, alguma vez, experimentou o caminho mais curto, arrependa-se e não olhe para trás. Caso esteja, no meio do caminho fácil, volte e permaneça no caminho estreito.

Os bons discípulos ouvem a palavra do Bom Pastor e as coloca em prática, pois sabem que Jesus Cristo não promete uma via branda; pelo contrário, propõe uma avenida de sacrifício, contudo, repleta de felicidade plena, a qual não nos decepciona quanto ao prêmio que, na eternidade, conquistaremos. Onde houver luta, haverá coroa! Sendo assim, “corramos com perseverança ao combate proposto, com o olhar fixo no autor e consumador de nossa fé, Jesus” (Hebreus, 12,1), pois Ele se denominou como “o Caminho, a Verdade e a Vida, e ninguém vai ao Pai senão por Ele” (João 14, 6). Não há outro caminho para chegar ao Pai, não há outra verdade que possa ser relativizada. Só há uma vida, a vida em Jesus Cristo.

Veja mais artigos do autor:

Amor exige responsabilidade

Permaneça em Deus

.

Tem algo a dizer sobre o tema? Participe!

8 Comments to Atalho, caminho do inimigo

  1. gerusa's Gravatar gerusa
    10 de setembro de 2012 18:51 Permalink

    e verdade muitas vezes preferimos os caminhos mas facies, não queremos ser felizes de qualquer jeito ate fazendo o mal ao proximo como deseja o que e do outro. lindo texto refletirei sempre quando aparece atalhos em meus caminhos.rnjesus cristo ajuda-me a carregar minha crus seja meu amigo.

  2. Gabriela's Gravatar Gabriela
    10 de setembro de 2012 19:13 Permalink

    Maravilhoso o Texto! Realmente no decorrer da vida muitos são os “atalhos” que se apresentam e que somos tentados a percorrer, mas só o caminho da Luz, o longo caminho até Jesus, que é o caminho da verdadeira felicidade e da paz! Esse é o verdadeiro caminho, o único, que compensa ser trilhado.

  3. Zélia da Veiga's Gravatar Zélia da Veiga
    11 de setembro de 2012 00:08 Permalink

    Fiquei maravilhada ao ler este texto,pois sempre busco a verdade,caminhando sem atalhos.

  4. Rodrigo Alvaro de Andrade's Gravatar Rodrigo Alvaro de Andrade
    11 de setembro de 2012 00:10 Permalink

    A vida cristã é luta , para uns mais luta e a outros menos, o importante é termos amigos nessa luta para nos ajudar neste caminho.rnO importante nesse trajeto que leva a salvação é manter o foco em Jesus, é estar diariamente convertido, com vontade sincera de chegar lá, e essa vontade se dá pela graça, através de orações da própria pessoa e dos amigos.rnPor isso é importante estar convertido de verdade, para termos até a vontade de pedir ajuda a Deus, precisamos estar com o coração convertido, e os amigos de fé, ajudam e muito com intercessões.rnPara finalizar, eu acho que a Igreja deveria insistir mais nos sermões , com veemência, durante as santas missas sobre a importância da conversão, das orações, do grupo de oração, da Eucaristia, enfatizar mais, os fiéis precisam de sermões mais firmes para não se ter uma multidão de católicos mornos.rnabraços

  5. Zélia da Veiga's Gravatar Zélia da Veiga
    11 de setembro de 2012 00:10 Permalink

    Obrigado, por esta mensagem maravilhosa.

  6. KARULINY BATISTA C MARTINS's Gravatar KARULINY BATISTA C MARTINS
    11 de setembro de 2012 10:48 Permalink

    ESTE TEMA FOI MUITO ENRIQUECEDOR POIS NOS ENSINA QUE DEVEMOS SEGUIR O CAMINHO ESTREITO, PORÉM MUITO DIFICIL MAIS A VITÓRIA E CERTA.CRISTO É O CAMINHO A VERDADE E A VIDA.

  7. Maria do Socorro Costa Moreira da Costa's Gravatar Maria do Socorro Costa Moreira da Costa
    11 de setembro de 2012 12:52 Permalink

    Tenho sim. A leitura desse tema, neste momento, confortou meu coração, e também, ajudou-me à despertar para lutar contra sentimentos que atrapalham o meu bom relacionamento com as pessoas da minha convivência, principalmente as relações no âmbito familiar. Às vezes, a mesquinharia que permeia minhas atitudes atrapalha minha vida Cristã, no entanto posso e devo exercitar a generosidade, a gentileza, a paciência, a tolerância, a partilha, ou seja, não perder de vista Jesus, para superar os maus sentimentos, e consequentemente perseverar na prática dos bons atos e boas atitudes. “Só há uma vida, a vida em Jesus Cristo”.

  8. Lucia Maria Pinheiro Sardenberg's Gravatar Lucia Maria Pinheiro Sardenberg
    12 de setembro de 2012 11:33 Permalink

    O seguimento a Jesus Cristo exige renuncia; tomar a cruz e não olhar para trás. Seguir a Jesus inplica conhecimento interno de sua Pessoa. Não pode haver atalhos. Jesus vai à frente e nós discípulos vamos a trás.rnDá-nos muita alegria tomar consciência de que: “servir não é um peso, mas um privilégio, porque é o Senhor que nos chama” Aleluia!rnLouvado seja o Senhor pelo chamado a servi-Lo, na pessoa do Irmão.